Centro de Investigações Diagnósticas

CID NEWS

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA

A trombose venosa profunda (TVP) é uma doença potencialmente grave, caracterizada pela formação de coágulos em uma ou mais veias profundas do corpo, geralmente nos membros inferiores. A complicação mais grave da TVP é a embolia pulmonar, que ocorre quando um desses coágulos de desprende e cai na circulação sanguínea, se alojando nos pulmões, impedindo a troca de gases por esse órgão e a oxigenação do sague. A embolia pulmonar é uma condição grave que pode matar.

Quando suspeitar de TVP?

A TVP pode ocorrer de forma assintomática, porém em geral os sintomas começam com edema (inchaço), endurecimento, dor e calor do membro acometido. Esses sintomas podem ocorrer em diversas outras condições médicas, como infecções cutâneas (erisipela), traumatismos e lesões musculares. No entanto, devido a potencial gravidade da TVP e de suas complicações, deve-se buscar auxílio médico tão logo o quadro clínico apareça, já que só o profissional é capaz de fazer o diagnóstico diferencial.

Diversos fatores podem aumentar seu risco de desenvolver TVP, incluindo: Repouso prolongado: a má-circulação de sangue, que pode acontecer durante períodos em que a pessoa fica por muito tempo na mesma posição (exemplo: internações prolongadas ou em vôos de longa distância) predispõe ao desenvolvimento de TVP.

Distúrbios de coagulação: algumas pessoas apresentam doenças que fazem com que o sangue coagule mais rápido, predispondo à formação de coágulos.

Outros fatores como, tabagismo, uso de anticoncepcionais, gravidez, cirurgias de grande porte e o câncer também podem contribuir para aumentar a chance de formação de coágulos no sangue.

Como é feito o tratamento?

O tratamento consiste principalmente do uso de anticoagulantes. Inicialmente são administrados na forma injetável e posterior mente por via oral. O paciente deve ser acompanhado de perto por um médico, devido ao risco de sangramento associado a algumas dessas medicações.

Alguns pacientes podem ainda precisar receber um dispositivo chamado de filtro de veia cava. Esse dispositivo impede que os coágulos dos membros inferiores atinjam o pulmão. São em geral indicados para pacientes que não podem fazer uso dos anticoagulantes e que têm maior de risco de recorrência dos episódios de trombose.

É sempre importante lembrar que o tratamento da TVP é prolongado e inclui também o controle dos fatores de risco.