Notícias

CID Grupo na Mídia

Acompanhe as novidades do CID Grupo.
fome.png

Quando falamos de doenças gastrointestinais, falamos desde prisão de ventre, indigestão, refluxo gastroesofágico, síndrome do intestino irritável, gastrite, até as doenças mais graves, como por exemplo a doença de Crohn.

Determinadas doenças gastrointestinais precisam de acompanhamento médico regular, exames em dia e claro, cuidado com a alimentação.

Recentemente estratégias de dieta que incorporam longos períodos de jejum ganharam fama na mídia, mas nem todo mundo pode se beneficiar dessa prática, e algumas pessoas podem apresentar piora de doenças sérias por ficarem longos períodos sem se alimentar.
Portanto, converse com o seu gastroenterologista para maiores esclarecimentos se você costuma ter esse hábito.

Veja também:

acne-cid-.png

Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. Muito frequente na fase da adolescência, mas também presente em adultos, principalmente em mulheres.
Além do incômodo das lesões, as alterações da pele podem atingir o lado psicológico, causando vergonha, impedindo o convívio social.
O quanto antes for acompanhado por um médico dermatologista, independente da idade do paciente, menores podem ser os danos na pele.
A acne tem tratamento e pode ser curada ou controlada, porém, o tratamento pode levar tempo. Hoje existem muitas opções de terapia local e oral, mas é fundamental não manipular as lesões (ou seja, espremer as espinhas) e buscar a análise de um dermatologista para indicar o melhor tratamento individualizado.


remissao.png

Quando não podemos falar em “cura” de uma determinada doença crônica, é muito comum usarmos a palavra REMISSÃO. Esse termo é utilizado para várias doenças, e se baseia em índices de medidas selecionados pelo médico para avaliar se a doença está em atividade ou não. O estado de remissão se refere a uma condição em que a doença está sob controle e respondeu bem ao tratamento instituído.
E aí vem a pergunta: “Doutor, posso parar todos os medicamentos?

Estudos mostram resultados diferentes, dependendo do tipo de medicação utilizada e de cada doença. Muitas doenças na Reumatologia, por exemplo, necessitam de algum tipo de tratamento contínuo para que se mantenham inativas.
Além do risco do “retorno da doença” após retirada brusca de toda a medicação, os pesquisadores ainda se perguntam se a doença poderia “retornar mais grave” do que estava, e mesmo se poderia haver uma progressão da doença, mesmo que aparentemente o paciente esteja em remissão.

O seu médico deve avaliar vários fatores individuais para decidir suspender ou manter seu tratamento.

Faça seu acompanhamento periódico e converse com seu médico sempre.

E leia também: Dores na coluna e nas articulações sacroiliacas


doencas-inflamatórias-intestinais.png

16 de julho de 2019 Sem Categoria

Você conhece alguém que de uma hora para outra começa a perder peso, sentir dores abdominais e ter diarreias constantes?

Então marque aqui, pois em muitos casos esse é o resultado do que chamamos de doenças inflamatórias intestinais.

A inflamação crônica é resultado de uma reação exagerada do sistema imune à flora intestinal. Como nem sempre os sintomas são claros ou agudos é comum ver pessoas levando mais de 10 anos para procurar auxílio médico.

Tão importante quanto o cuidado físico, nesses casos é o cuidado psicológico já que estresse e ansiedade fora de controle, favorecem as crises nas doenças inflamatórias intestinais.




Visite nossas Redes Sociais:


UNIDADE BOTAFOGO

Rua Voluntários da Pátria, 445, Sl. 1310 – Centro Médico Botafogo, Botafogo,  RJ



UNIDADE BARRA DA TIJUCA

Av. das Américas, 4790, Sl. 328  – Centro Profissional Barra Shopping, RJ




Visite nossas Redes Sociais:



UNIDADE BOTAFOGO

Rua Voluntários da Pátria, 445, Sl. 1310 – Centro Médico Botafogo, Botafogo,  RJ



UNIDADE BARRA DA TIJUCA

Av. das Américas, 4790, Sl. 328  – Centro Profissional Barra Shopping, Barra da Tijuca, RJ



Copyright by CID GROUP 2019. Todos os direitos reservados.